O Mieloma Múltiplo é uma doença neoplásica caracterizada pela infiltração da medula óssea por plasmócitos malignos (plasmócitos são células responsáveis pela produção de imunoglobulinas). No mieloma múltiplo (MM) ocorre aumento exagerado na produção de um tipo de imunoglobulina em detrimento da produção normal. A doença acomete principalmente indivíduos na sétima década de vida, sendo raro entre os indivíduos com menos de 40 anos.

Sinais e Sintomas
O paciente apresenta frequentemente dores ósseas e é comum que fique por meses, ou até mesmo anos, sendo tratado com anti-inflamatórios. Infecções frequentes, fraqueza, fadiga, tonturas são sintomas comuns.

Qual profissional procurar
Hematologistas especializados.

Detecção precoce
Dores ósseas difusas, fraturas sem causa aparente, zumbido e tontura, cansaço fácil, lentificação de raciocínio e palidez das mucosas.

Diagnóstico
O diagnóstico e realizado através de exames no sangue que detectam a produção excessivas de algumas proteínas, exames na urina que detectam a produção de uma proteína chamada Bence Jones e mielograma ( avaliação da medula óssea).

Tratamento
O tratamento do mieloma múltiplo (MM) é feito com quimioterapia e é relevante o controle associado das infecções e das lesões ósseas, pois estas são as principais responsáveis pela morbi-mortalidade associada com a doença. O transplante de medula óssea faz parte do armamento terapêutico e hoje está comprovado que leva a uma melhora na qualidade de vida desses indivíduos.

Informações: Dr. Roberto Luis da Silva

© 2020 IBCC Oncologia | RT: Dr Walter Galvão CRM 112.793