Dia do cardiologista: médico alerta para cuidados com o coração

14 de agosto

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo: mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa. Para as pessoas com doenças cardiovasculares ou com alto risco cardiovascular (devido à presença de um ou mais fatores de risco como hipertensão, diabetes, hiperlipidemia ou doença já estabelecida) é fundamental o diagnóstico e tratamento precoce, por meio de serviços de aconselhamento ou manejo adequado de medicamentos.

A maioria das doenças cardiovasculares pode ser prevenida por meio da abordagem de fatores comportamentais de risco – como o uso de tabaco, dietas não saudáveis e obesidade, falta de atividade física e uso nocivo do álcool –, utilizando estratégias para a população em geral.

O médico cardiologista do IBCC, Dr. Lafayete Willian, afirma ainda que demorar a procurar assistência médica em caso de suspeita de infarto pode ser fatal, já que muitas vezes as pessoas adotam a estratégia do “esperar para ver”, já que não reconhecem, de fato, os verdadeiros sinais. Em alusão do Dia do Cardiologista, comemorado neste 14 de agosto, o médico falou sobre prevenção de doenças cardiovasculares que, segundo a Organização Pan Americana de Saúde, no Brasil, 300 mil pessoas por ano sofrem infarto e 30% são fatais. “Dor no peito deve ser sempre avaliada. A mortalidade de uma pessoa é proporcional ao tempo de atendimento dele. Quanto mais rápido, menos risco ela corre”, destaca o médico.

 

© 2020 IBCC Oncologia | RT: Dr Walter Galvão CRM 112.793