A covid-19 pode ser considerada pneumonia? Como diferenciar o coronavírus de alergia ou asma? Confira as explicações do infectologista do IBCC Oncologia

28 de abril

1 – Como estão os números do coronavírus?
Até o dia 4 de maio de 2020, o Brasil teve 7.106 mortes causadas pelo novo coronavírus e está com 102.719 casos confirmados da covid-19, de acordo com dados do Ministério da Saúde do Brasil. No mundo são 3.529.408 pessoas infectadas e 248.025 mortes, segundo números da Organização Mundial da Saúde.

2 – Quais são os principais sintomas? Perda do olfato, diminuição do paladar e diarreia também são sinais?
De 3% a 5% das pessoas acometidas pelo novo coronavírus podem ter sintomas relacionados a falta do paladar e a questão de não sentir cheiro. Há quem apresente sintomas como diarreia.  Tudo vai depender do órgão afetado pela infecção. O coronavírus é formado por proteínas que podem entrar na corrente sanguínea e a partir daí atingir nervos como os do sistema olfatório, intestinal e ou respiratório. Com isso, vão surgindo as infecções. Também de 3% a 5% dos indivíduos com coronavírus terão diarreias, isso porque esse vírus tem receptor que pode atingir o intestino e ocasionar esse desconforto. Além disso, antes e depois da infecção pela doença o paciente pode apresentar esses sintomas.

3 – Como diferenciar o coronavírus de uma alergia ou asma, por exemplo?
Se a pessoa tem falta de ar, mas o estado geral de saúde dela é bom, se ela não tem febre e não está com falta de apetite, no geral, pode estar com um quadro de renite alérgica, asma brônquica que podem ocasionar essa falta de ar, mas que não vem junto com um quadro infeccioso. Agora se a pessoa tem prostração, dinamia, febre e tosse seca ela pode estar com quadro de infecção.

4 – A covid-19 pode ser considerada como uma pneumonia, já que causa infecções respiratórias?
A pneumonia que conhecemos, considerada comum, é bacteriana ou seja, causada por bactérias. Apesar de também poder ser perigosa já que causa inflamação dos pulmões e aparecimento de pus nos sacos aéreos, dificultando a respiração, o tratamento é mais simples. Uma ou duas semanas de antibiótico podem resolver o problema. Já a pneumonia que acompanha a covid-19 tem origem viral. O principal problema é que ainda não se sabe qual remédio é capaz de combater o invasor.

5 – Até quanto tempo o vírus pode ficar encubado, sem causar sintomas?
O novo coronavírus pode permanecer incubado por até 14 dias. Ainda que muitos casos do novo coronavírus sejam leves e, portanto, é provável que indivíduos sem sintomas circulem pelo país em dado momento. Em epidemias de doenças virais respiratórias, a maioria das infecções nem chega ao nosso conhecimento. Se testarmos todo mundo, encontraremos muitos positivos, mas não necessariamente essas pessoas ficarão doentes.

Com informações do médico infectologista do IBCC Oncologia, Dr. Marco Antonio Cyrillo.

© 2020 IBCC Oncologia | RT: Dr Walter Galvão CRM 112.793