Você sabia? O sorvete é importante aliado na dietoterapia de pacientes em tratamento de quimio e radioterapia.

21 de setembro

Consumido em todas as partes do mundo, o sorvete é um alimento que agrada diferentes públicos de todas faixas etárias também no Brasil. Nos momentos de lazer e descontração ou como a sobremesa preferida ele sempre está na lista. O interessante é que ele pode ser um importante aliado dos pacientes oncológicos submetidos a quomioterapia e radioterapia. É comum esses pacientes apresentarem os quadros de xerostomia (Boca seca) e mucosite oral (Inflamação na mucosa) interferindo negativamente a ingestão alimentar do paciente propiciando a desnutrição. Neste caso, o sorvete além de aliviar as dores na cavidade oral por meio do seu efeito anestésico devido a sua baixa temperatura também ajuda no aporte calórico. O sorvete é sim um importante aliado na dietoterapia desses pacientes por apresentar essas características citadas e ser amplamente aceito e deve ser consumido sob orientação.

Curiosidades:

– Para pacientes que utilizam o sorvete para controle alívio da mucosite é preferível evitar os sabores ácidos como limão e abacaxi.

– A versão de sorvete que possui mais calorias é o de massa comparado ao sorvete de palito.

– Existem diferentes tipos de sorvete: ice cream – sorvete a base de creme, ice milk – sorvete a base de leite, sherbets – sorvete a base de frutas e  water ice – gelados a base de água.

O sorvete pode e deve fazer parte de uma dieta saudável e equilibrada desde que consumido em quantidades adequadas.

Fonte: Rodrigo Costa – Nutricionista CRN:48707

© 2020 IBCC Oncologia | RT: Dr Walter Galvão CRM 112.793