O uso do laser em complicações orais decorrentes do tratamento do câncer é debatido em Jornada de Odontologia online do IBCC Oncologia

18 de setembro

Um dos temas abordados no evento foi a laserterapia, usada contra os efeitos colaterais de quimioterapia e radioterapia.

Durante dois dias (16 e 17/09) foi realizada a I Jornada Online de Odontologia Oncológica do IBCC. Entre os temas abordados estavam “Saliva como meio de diagnóstico”, “Câncer de boca e Orofaringe”, “Complicações Orais induzidas por inibidores de m-TOR”, “Complicações Orais em Oncopediatria” e “Doença do Enxerto Contra o Hospedeiro”. O tema  “Laserterapia no Atendimento Odontológico ao Paciente Oncológico” foi debatido pela professora e doutora da Universidade de São Paulo, Dra. Alyne Simões Gonçalves, que falou sobre as diversas pesquisas que  avaliam diferentes protocolos de terapia com laser. “Hoje muito se fala sobre a laserterapia e as inúmeras possibilidades do laser, como exemplo, tratar a mucosite oral –  inflamação aguda e dolorosa que acomete pacientes submetidos ao tratamento antineoplásico, incluindo quimioterapia e radioterapia na região de cabeça e pescoço”, destaca. 

Segundo a professora, o laser de baixa potência tem sido utilizado como uma terapia eficaz na prevenção e tratamento dessas lesões com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos pacientes, assim como possibilitar a não interrupção do tratamento antineoplásico. Alyne que editou o livro “Lasers in Dentistry: Guide for Clinical Practice”, publicado em 2015, pela editora Wiley Blackwell, dos Estados Unidos, explicou que “o objetivo principal da aplicação da laserterapia é conseguir fechar as lesões de mucosite oral o mais rapidamente possível. Isso pelo fato de ser alto e grave o risco do desenvolvimento de uma infecção sistêmica por conta das feridas na cavidade oral. Ou seja, um microrganismo oportunista pode entrar na corrente sanguínea e causar uma infecção generalizada“, elucida a professora Alyne.

Para uma das organizadoras do evento, Dra. Luana Campos, especialista em odontologia para pacientes especiais e dentista do IBCC Oncologia, o encontro virtual, que contou com a participação de 300 pessoas, teve como objetivo destacar o papel do dentista no diagnóstico precoce dos cânceres de boca e orofaringe e reforçar os benefícios do tratamento odontológico para os pacientes que vivem o câncer.

© 2020 IBCC Oncologia | RT: Dr Walter Galvão CRM 112.793